Auto Sabotagem: Porque fazemos isso?

Deixar de realizar coisas, se atrasar para eventos de modo proposital ou se prejudicar mesmo sabendo do resultado final, esses são claros sinais de auto sabotagem

Entenda melhor essas atitudes e como fazer para eliminar este problema de vez.

Muito se fala em auto sabotagem, mas dificilmente identificamos isso em nós mesmo. Apontar as ações do próximo e identificar neles comportamentos de auto sabotagem é mais fácil e nossas próprias atitudes passam despercebidas. Essa é uma prática comum no ser humano, mas por que não somos capazes de identificar esses erros em nós mesmos?

Este é um ato inconsciente e cada indivíduo, em sua particularidade, reage de forma diferente diante as situações. Enquanto uns se esforçam e conquistam objetivos, outros, agem com pouca inteligência, causando prejuízo à sua vida. Mas por que isso acontece?

Os hábitos dizem muito sobre suas ações

Nossos hábitos dizem muitos sobre nossa personalidade e de como vivemos. Por exemplo: você se inscreve em um curso de qualificação, para ganhar uma promoção no trabalho, porém não comparece em nenhuma aula, está se sabotando.

Vendo de fora parece uma desistência compreensível, afinal, quem nunca se inscreveu em um curso e nunca foi. Entretanto, o acúmulo de situações similares aponta para uma força interior sabotadora. Uma soma de sentimentos negativos acumulados durante a vida: medo, traumas, frustrações, ressentimentos, tristezas etc. Este aglomerado se transforma em expectativa negativa para o futuro, causando insegurança no dia a dia. Sendo assim, podemos definir a auto sabotagem como emoções em conflito e que não nos permitem progredir.

Mas porque sabotamos a nós mesmos?

Somos reflexo do nosso cotidiano, das experiências vividas direta e indiretamente. Algumas nos marcam de maneira tão forte que carregamos ao longo de nossas vidas, sem perceber ou lembrar.

Emoções mal resolvidas, aspectos culturais passados de geração em geração, experiência de terceiros que nos influenciam, comportamentos de pessoas próximas que nos atingem. Esses entre outros sentimentos fazem parte de um leque de possibilidades para a origem da auto sabotagem. Momentos que geram impactos negativos tendem a deixar marcas como mágoa e angústia. Ao nos depararmos com situações que relembrem tais momentos, as emoções se afloram e passamos a sentir como se vivêssemos novamente aquilo.

Ao observar pessoas passando por situações complicadas, há a tendência em aspirar o sentimento de tristeza. Ser induzidos pelo indivíduo a aprender a sentir e agir daquela mesma forma. O ser sabotador troca o poder da compaixão pela experiência triste e devastadora.

Os diferentes níveis de auto sabotagem

Quanto maior for o acúmulo de experiências e emoções negativas, maior pode ser o nível de auto sabotagem. De modo geral, pessoas com baixo acúmulo negativo apresentam comportamento e pensamento delicados e nocivos. Em nível mais elevado, causa procrastinação, estresse, depressão etc.

Sem perceber, agindo por impulso e de forma inconsciente, pessoas auto sabotadoras agem de forma negativa. Por consequência, prejudicam suas relações familiar, amorosa e profissional.

Alguém que não consegue se firmar em um emprego, que se sente incapaz de realizar as atividades, que se acha insuficiente, e acaba se demitindo sem justa causa, pode estar precisando de acompanhamento profissional. Este profissional, mesmo se sentindo incapaz, volta a se candidatar às vagas de emprego e se demite constantemente.

Como o coaching age contra a auto sabotagem?

Em comum acordo com o coachee, o profissional utiliza da técnica Emotional Freedom Techniques (EFT) para trabalhar e dissolver os sentimentos que aprisionam o cliente. Essas emoções causam insegurança, sentimento de culpa, ciúmes, depressão, causando danos na vida da pessoa.

Realizada a investigação emocional e solucionada, é possível identificar a origem do trauma que causou todo o processo de auto sabotagem. Percebemos que as ações anteriores eram consideradas sem lógica, porém fundamentadas por uma carga emocional inconsciente.

Pessoas neste estado não notam todos esses sentimentos reunidos e muito menos os identificam como causadores de tantos comportamentos negativos. A padronização de comportamento leva o homem a considerar todas as suas ações como normais. Classifica sua vida como boa e todo acontecimento ruim é culpa de terceiros.

Ao decorrer das sessões, as emoções são estudadas e o comportamento transformado. O coach busca entender as situações, suas causas e consequências, para que assim, orientar corretamente o coachee rumo ao progresso.

Cada indivíduo tem sua carga de emoções negativas, mas há aqueles que carregam mais do que gostariam. Essa sobrecarga é uma das razões para atitudes auto sabotadoras. O coach, com sua sensibilidade e conhecimento precisa descobrir e entender tais características para assim aplicar a EFT.

Já participou de uma sessão de Emotional Freedom Techniques? Deixe nos comentários sua experiência. E se você quer saber mais sobre o coaching, fique ligado em nosso blog e redes sociais.

Auto Sabotagem: Porque fazemos isso?
5 (100%) 1 vote

Deixe um comentário