Escala: Identificando suas prioridades

Ao realizar uma sessão com perguntas direcionadas, o coach eleva o nível de entendimento de seu cliente

Entenda como utilizar a técnica de escala e se aproximar ainda mais do estado desejado para o coachee durante as sessões.

O poder das palavras é a essência do processo de coaching. Mais do que interrogar, trata-se de provocar no cliente uma reflexão profunda, direcionada e capaz de auxiliar durante o processo até objetivo final. Para isso, é importe que o profissional saiba exatamente o que perguntar. Essa objetividade é adquirida com o tempo e de acordo com as experiências anteriores. O aperfeiçoamento, quanto mais canalizado, melhor é a performance e mais rápidos serão os resultados do coach em seus atendimentos.

O papel do coach durante os encontros é instigar o cliente a refletir sobre sua situação atual e seu estado desejado. Identificando seus hábitos atuais e entendendo de que formas eles sabotam ou promovem seus resultados em todas as áreas da vida. Neste caso, as perguntas são ferramentas para mensurar sobre aspectos gerais e específicos. O feedback destes questionamentos contribuem para a geração de uma escala de valores relacionada ao que está sendo discutido. Deste modo, cada aspecto recebe sua devida importância e uma escala de prioridade é construída. O processo auxilia na criação de metas e percepção de prioridade individual e coletiva.

O poder da revelação

As ações de hoje são consequências de um questionamento anterior. Este questionamento acontece quando se analisa o estado atual do indivíduo e seu estado desejado. Um bom coach entende essa dinâmica e a partir disso realiza perguntas que ajudam o coachee a identificar as motivações pelas quais deseja efetivar as mudanças e alcançar novos objetivos.

A análise realizada durante o processo revela muito sobre sonhos, valores, sentimentos, pontos fortes e a melhorar. Por isso, o trabalho em conjunto é fundamental para que o cliente reconheça seus dons, qualidades, talentos e também suas limitações.

É imprescindível que neste momento haja respeito por parte do coach, honrando a história do cliente, não exercitando o julgamento e tendo empatia pelo ser à sua frente. Expor suas experiências, dores e angústias é uma tarefa árdua e que exige coragem, precisando assim ser acolhido e sentir-se seguro ao revelar seus sentimentos.

O feedback dessas perguntas tem como objetivo dimensionar o tamanho e a importância das coisas em um ambiente partilhado por diversas pessoas. Ao utilizar a técnica de escala, o profissional proporciona diversas maneiras de dosar os possíveis erros e potencializar os aspectos positivos para passos mais largos e assertivos.

A forma de escala é a maneira mais simples de avaliar o comprometimento do coachee com relação aos resultados que almeja. É possível ainda levantar as necessidades e definir objetivos, esclarecer dúvidas, levantar recursos, segmentar metas e acompanhar os progressos, entre outras particularidades.

Perguntas Poderosas

Sendo essenciais no desenvolvimento do cliente, as perguntas poderosas estimulam reflexões e motivam as mudanças. A seguir, apresentamos algumas das perguntas que podem ser feitas ao coachee durante o atendimento. Lembrando que, para a escala, geralmente se usa “De 0 a 10..”.

  1. De 0 a 10, o quão feliz você está com sua vida atualmente? Por quê?
  2. De 0 a 10, qual sua avaliação referente às suas capacidades pessoais e profissionais?
  3. De 0 a 10, o quanto seu propósito de vida está alinhado à sua postura atual?
  4. De 0 a 10, qual é a sua escala de felicidade com relação a vida familiar?
  5. De 0 a 10, qual seu grau de satisfação com sua vida amorosa/afetiva?
  6. De 0 a 10, qual seu nível de comprometimento com o objetivo final?
  7. De 0 a 10, o quanto você prioriza sua felicidade?
  8. De 0 a 10, o quanto realmente você se dedica a saúde intelectual, física ou emocional?
  9. De 0 a 10, como você avalia o seu desempenho profissional?
  10. De 0 a 10, o quanto verdadeiramente você está comprometido com seu processo de coaching?
  11. De 0 a 10, o quanto verdadeiramente você reconhece seus pontos de melhoria e pontos fortes?

Mesmo com perguntas pré formuladas, é preciso de adequar a cada situação e ao estado desejado do coachee. Pessoas autoexigentes demoram mais para identificar seus pontos fortes e a relevância das mudanças. Como coach, é seu papel fazê-lo perceber que o caminho a percorrer é fundamental à construção do todo. Esse autoconhecimento permite se conhecer mais e melhorar os relacionamentos intra e interpessoais, abrindo portas para o sucesso profissional e aproximando à conquista de uma vida mais feliz.

São nas perguntas mais simples que encontramos as respostas mais esclarecedoras de nossa existência. Permita-se viver essa experiência de autoconhecimento e libertação. As respostas para a vida estão à disposição, basta saber como acessá-las.

Quer conhecer mais ferramentas e processos de coaching? Continue acompanhando nosso blog e curta nossas redes sociais. Deixe nos comentários como conheceu a técnica escala e como o processo age ativamente em sua vida.

Escala: Identificando suas prioridades
5 (100%) 2 votes

Deixe um comentário